terça-feira, 23 de agosto de 2011

8 meses e muita safadeza!

Oito meses se passaram desde que tivemos a maior alegria de nossas vidas: Kamille nasceu para iluminar nossas vidas! A maior bênção que já poderíamos receber... No início tudo era muito novo, papais de primeira viagem que mal sabiam como proceder diante de um serzinho tão pequenino. Hoje, estamos tão acostumados com a presença dela, não consigo mais me lembrar nitidamente da minha vida antes do dia 19 de maio (dia da descoberta da gravidez).

Hoje nossa princesa completa 8 meses e é dia de festa; dia de comemorar a vida. Mais tarde vai ter a tradicional tortinha de mesversário. reunir a família, orar pela saúde de Kamille, bater papo e vê-la fazendo suas estripulias. E por falar em estripulias, ela não para de nos surpreender:
- Outro dia, andando no seu andador, ela pega a alça do seu bebê-conforto, balança e canta: a-a-a-ááá, como se tivesse colocando um bebezinho pra dormir. E a gente dizia: "- Bota o bebê pra dormir, Kamille." E ela balançava e cantava: a-a-a-ááá. A coisa mais linda!;
- Essa semana ela aprendeu a tirar água do filtro da casa da minha mãe. Lá o filtro é um gelágua que fica no chão. De tanto ver a gente tirando água, ela aprendeu. E quando está no andador, vai direto lá abrir e se molha toda!;
- Outra vez, sem que a gente visse, abriu a gaveta do armário da casa da minha mãe e se pendurou, como que querendo ver o que tinha dentro. Um caso sério!;
- Aprendeu a abrir e fechar o ferrolho do portão da casa da minha sogra;

Cada dia é uma novidade... e cada dia nos apaixonamos mais e mais por essa fofurinha que Deus nos deu a honra de criar.

Mais tarde também teremos a consulta rotineira com a pediatra. Vou ver o que ela fala sobre o desenvolvimento de Kamille. Peguei os dados dela desde seu nascimento, olha só:


23/12/2010 (nascimento): 3.500kg e 49 cm;
26/01/2011: 4.350kg e 55 cm;
28/02/2011: 5.250kg e 58 cm;
04/04/2011: 6.200kg e 62 cm;
09/05/2011: 6.750kg e 63 cm;
13/06/2011: 7.000kg e 64 cm;
19/07/2011: 7.450kg e 66 cm;
18/08/2011 (Consulta com Dra. Beatriz): 7.560kg e 69 cm.

Vou postá-los também num cantinho ali do lado, para eu ir acompanhando mês-a-mês, bem direitinho. 
Mais tarde ou amanhã, volto com a fotinhas do 8º mesversário. Por enquanto vejam minha safadinha num vídeo feito semana passada, brincando com o pai; e no outro - feito ontem - chupando carne depois de ter comido umas colheradas de arroz de leite! 




Linda minha piquerruxa, não é?
TE AMO, FILHA!!
FELIZ 8 MESES DE VIDA!!

sábado, 20 de agosto de 2011

Consulta com a (nova) pediatra.

Isso não quer dizer, AINDA, que ela será definitivamente a de Kamille.
Mas o que me levou a procurar uma nova pediatra? Dois fatores:
  1. A pediatra de Kamille, desde a sala de parto, tem sido Drª Dianne Senna. Ótima médica, com conhecimentos e experiência fora do normal. Mas nela falta o que falta na gente (em mim e no meu marido): paciência! Ela sempre foi de falar muito rápido, as consultas de rotina era só pesar, medir e saber como estava. Não acrescentava nada relevante. Eram consultas que até num posto de saúde eu poderia fazer com uma enfermeira. Pra ela, a médica, tudo é normal e pronto. Sei que somos pais de primeira viagem, que tudo é novo e pode ser até que façamos tempestade num copo d'água, mas é justamente por isso que precisamos de alguém calmo e paciente o suficiente para lidar com nós 3; 
  2. Eu queria uma segunda opinião médica em relação a como estamos lidando com Kamille, se estamos cuidando certo, em relação ao desnvolvimento dela, coisa e tal.

Então vamos para a consulta, que aconteceu quinta-feira à tarde (dia 18/08):
Comecei relatando que foi parto cesáreo. Ela me perguntou o porquê e eu respondi que tinha sido por medo e opção. Ela disse que era uma pena, mas logo reconheceu que a maior parte da culpa era dos GO's que não se preocupavam em estimular e preparar as gestantes para o PN. Para eles era mais cômodo estar tudo com hora marcada do que ter que, de repente, acordar no meio da noite e sair correndo pra maternidade. Depois falei como havia sido o parto: tudo normal. Até que passamos para Kamille, desde a hora em que nasceu.

Relatei tudo, todos os problemas: cólicas, obstrução do canal lacrimal, início de hérnia umbilical, refluxo, apneia, alergia, virose, resfriados, a (falta de) alimentação e tudo mais. Recebi elogios, críticas, sugestões, recomendações, paciência, atenção, compreensão e calma. Gente, simplesmente adorei a mulher! Quanto a alimentação de Kamille, assunto que mais me atordoa no momento, diferente de Dra. Dianne, esta disse que eu deveria insistir e persistir, mas nada de forçar. Olha a diferença: 
Dra. Dianne disse: "Se ela (Kamille) não quer, não quer! Não force, e dê o peito. Nada de outro leite se você tem leite!"
Dra. Beatriz (a nova) disse: "Não existe isso de criança na idade de Kamille ficar só no peito. O peito é bom, mas só peito não dá mais. Isso era até os 6 meses, aí sim, mas agora tem que dar outras comidas, sim! Variar o cardápio sempre, que um dia você descobrirá do que ela gosta. Nada de outro leite, se você tem leite!"

Perceberam a diferença?! E não foi só nisso não. Falou sobre vacinas, alergias, refluxo. Ela disse que achava estranho o exame ter dado refluxo fisiológico e Kamille ter feito o tratamento com Motilium. Pediu que se eu voltasse lá (pois fui sincera e disse que Kamille já tinha outra pediatra, mas que eu estava em busca de uma segunda opinião e de uma médica mais atenta), levasse todos os exames de Kamille para dar uma olhada.

Quanto aos dentes, ela falou que era normal não etr aparecido nenhum até o momento. Que Kamille ainda está no tempo certo. É só aguardar que a qualquer momento vai aparecer. Ela pesou Kamille (7.560kg) e mediu (69cm) e fez um quadro ilustrativo e resultado: Kamille está na média de peso, mas pela idade dela deveria estar mais gordinha. [Depois posto o desenvolvimento de Kamille aqui!] De acordo com o gráfico, isso acontece justo agora que ela não quer comer nada. É quando o leite materno já não supri todas as necessidades vitamínicas e proteícas de um bebê em pleno desenvolvimento. Se eu já tava triste com a história de que Kamille não come, imagina com essa notícia... =(

Vou ter que insistir para Kamille comer. Ontem de manhã consegui dar 2 colherinhas de sopa de painha de mamão com laranja (da Nestlé, pois a médica disse que a única coisa ruim dessas papinhas é o bol$o. Que são ricas em vitaminas e que são a melhor opção no momento para Kamille, por serem mais líquidas, mas que nada impedia que eu desse as frutas naturais). Ela não gostou muito, afinal ela não gosta de nada, mas já foi uma vitória.  Na hora do almoço, ela se lambuzou toda comendo papinha de legumes, comeu pouco, mas ao menos sentiu o gosto da comida. Hoje já tomou 50ml de vitamina de banana, porque minha mãe deu. E assim vou continuar tentando...

A médica disse ainda que ia dar um desconto a gente pois entendia que nos tínhamos ficado com trauma, depois do engasgo que provocou a apneia de Kamille, mas que eu não desistisse, afinal toda criança come e por que Kamille não iria comer? Para dar frutinhas que não podem se raspadas, nem amassadas, tipo manga, abacaxi e outras, ela me sugeriu a compra de um alimentador como este:

A gente abre a tampinha, coloca a frutinha e o bebê fica chupando e só sai o sumo da fruta. Adorei a ideia! Nas lojas do centro da cidade, não encontrei. A médica ainda disse que eu acharia ou na SanRemo ou na Buá Nenê, que ficam perto do Shopping Boulevard, mas ainda não tivemos tempo de ir lá.

Bem... e assim foi a consulta com a nova pediatra. Em breve decidirei se ficaremos com a antiga ou a nova (rs.)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Pós Primeiro Dia dos Pais

Há um ano atrás, no dia dos Pais, eu estava com quase 20 semanas de gravidez. A barriga ainda tímida, começava a aparecer, mas já tínhamos tido a maior felicidade de nossas vida: primeiro, em maio, soubemos que estávamos grávidos; depois, finazim de julho, soubemos que seria uma menina! Era tudo o que queríamos para começar nossa "fábrica de herdeiros". [Pausa: eu quero ter outro filho daqui uns 4 ou 5 anos, um menininho para formar um casalzinho, meu sonho. Mas por meu marido, paramos em Kamille. Vamos ver o que decidimos daqui pra lá. Despausa!]. 

O dia dos Pais do ano passado ainda foi algo meio tímido para me marido, que apenas se sentia pai por saber ter gerado ema sementinha em meu ventre. Esse ano foi completamente diferente: há quase 8 meses Kamille está conosco e ele tem sabido o que realmente é SER PAI. E digo com toda firmeza, meu marido é um verdadeiro PAI. Mais um motivo dentre tantos que tenho para não me arrepender NUNCA do dia em que nos casamos. Todos os aperreios, aqui já descritos, que passei com Kamille ele sempre esteve ao nosso lado. Passando noites em claro junto comigo. Ajudandando com a casa, a roupa, a comida... e sempre preocupado comigo e com Kamille. Homem assim eu sei que é raro e posso dizer: ganhei na loteria.

Nosso feliz dia dos Pais!

Com Kamille então, é um chamego só. Ela também é louca por ele. Eles adoram dançar, fazer macacadas, ela adora o cheiro que ele dá no cangote dela e ri descontroladamente para ele. É uma coisa que só existe porque tem AMOR e muito AMOR!

Pois bem, passamos então o PRIMEIRO DIA DOS PAIS. 
Assim que o papaizão acordou, eu e Kamille fomos pegar seu presente: uma camisa personalizada, um radinho de pilha que há muito tempo papai queria para escutar o futebol e uns programinhas que ele gosta, e um perfume. Pela cara e reação dele tenho certeza que ele adorou tudo. Nos levantamos, tomamos café, banho e papai todo orgulhoso logo colocou a camisa estampada com sua foto e de Kamille, e com as frases: "Pai, obrigada por cuidar tão bem de mim. És meu verdadeiro anjo da guarda. TE AMO!"

Fomos então na casa de Vovô Gerônimo (pai do papai) dar um abraço e deixar um lembrancinha. Passamos pouco tempo lá, e depois fomos para a casa de Pris (amiga nossa e que seus pais são verdadeiros pais tanto pra mim como pra Alan). Almoçamos e passamos o resto do dia por lá. Rolou cerveja, feijoada, galinhada, um almoço pra lá de suculento e de sobremesa uma torta de chocolate de-li-ci-o-sa feita por D. Bernadete. Por lá tava tão bom que voltamos para casa por volta das 20:30h. E pensam que Kamille estranha lá? Mesmo com todo o furdunço, ela dormiu das 14h às (quase) 17h. Coisa que raramente ela faz em casa. Foi um dia agradabilíssimo, com pessoas super especiais. Só registrando em quanto esteve por lá: eu, Alan, Massilon, minha mãe, Priscila, Jacinta, Moisés, D. Bernadete, S. Sebastião, Alisson, Ricardo, Elias, Edgar, Rosa, dentre outros familiares que foram chegando e saindo.

Tomara que todos os outros anos que ainda estão por vir seja tão maravilhoso como este. Todos felizes, saudáveis, brindando à vida e à família. E vocês? Como passaram esse dia tão especial?

;*

domingo, 14 de agosto de 2011

Feliz Dia dos Pais!!




SOMENTE SABERÁ O QUE É SER PAI ... 
Quando compreender, cheio de regozijo, que o fruto de seus sonhos é agora uma realidade palpitante, ternura viva e olhar inocente.
Quando perceber suas olheiras enormes e a satisfação de ver seu tenro rebento dormindo, ainda que você não possa dormir.
Quando entender que seu sono nunca mais será completo, quando ouvir o choro na madrugada.





SABERÁ O QUE SIGNIFICA SER PAI ...
Quando conhecer a maravilha que possui ao leva-lo, pela primeira vez, à escola e vir seus olhos chorosos porque não quer separar-se de você e sentir na alma a dor de afastar-se, deixando-o no meio de outros egoísmos que, porém, o ensinarão a compartilhar.
Quando, pela primeira vez, seu filho o chamar de papai, e rir quando o lançar ao ar e ele não sentir medo porque lhe dá segurança o seu sorriso.



SABERÁ O QUE É SER PAI ...
Quando o levar a falar com Deus pela primeira vez, e o ensinar a rezar por todos e ele sentir que o seu carinho é algo no qual ele pode confiadamente descansar.
Quando compreender a maravilha que Deus lhe deu, ao ser desafiado por ele com suas primeiras perguntas, e, desprevenido, não souber como respondê-las. 

SABERÁ O QUE É SER PAI ...
Quando chegar o dia em que você não o acompanhar, porque seus amigos o estão esperando e você sentir que seu coração fica abalado, porque esse dia chegou antes do que você pensava e sente profundamente que assim deve ser, porque é o preço que pagará pelo aprendizado de seu vôo definitivo.
Quando ouvir seu primeiro apelo e seu primeiro desejo de independência.


E, FINALMENTE, SABERÁ O QUE É SER PAI ...
e a saudade consumir as horas que antes, desfrutava, feliz, na sua companhia, e talvez o telefone ou as cartas sejam seu único vínculo com ele.
Quando, um dia, seu filho tiver que partir para estudar longe da família, ou para um trabalho num lugar distante, e a quem você deverá aceitar, porque é a lei da vida, pois seu filho foi emprestado a você apenas por algum tempo...

E SOBRETUDO, SABERÁ O QUE É SER PAI, 
Quando chegar alguém e o levar de seu lado para perseguir outro arco-íris, o de sua própria vida, partilhada com alguém a quem ele amará.



ENTÃO, SABERÁ O QUE É SENTIR-SE PAI!!
Você não estudou para sê-lo, mas viveu essa paternidade e a seguirá vivendo.
Mas é só, então, que poderá ser consciente, em plenitude, da maravilhosa experiência, dom vivo de Deus, que é a alegria que isso lhe proporcionará, deverá ser, então, maior que a dor que supõe sentir que algo muito tenro se desprende de sua alma.


SENTIR-SE PAI
(Rubén Núñez de Cáceres - Trad. G. Cabada )

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Pedido de uma criança a seus pais

(Recebi agora a noite esta linda mensagem em meio email e resolvi compartilhá-la com vocês. Tomara que consigamos ser pais exemplares para nossos filhos!!)

Não tenham medo de serem firmes comigo. Prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais seguro.
Não deixem que eu adquira maus hábitos. Dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.
Não me corrijam com raiva,nem na presença de estranhos. Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.
Não me protejam das conseqüências dos meus erros. Às vezes, eu preciso aprender pelo caminho áspero.
Não levem a sério as minhas pequenas dores, necessito delas para poder amadurecer.
Não me estraguem. Sei que não devo ter tudo o que peço. Só estou experimentando vocês.
Não sejam irritantes ao me corrigirem. Se assim fizerem, eu poderei fazer o contrário do que me pedem.
Não me façam promessas que não poderão cumprir depois. Lembre-se que isto me deixa profundamente desapontado.
Não me apresentem um Deus carrancudo e vingativo. Isso me afastaria dEle.
Não desconversem quando faço perguntas, senão serei levado a procurar respostas na rua, todas às vezes que não as tiver em casa.
Não se mostrem para mim como pessoas infalíveis,f icarei extremamente chocado quando descobrir um erro de vocês.
Não digam simplesmente que meus receios e medos são bobos. Ajudem-me a compreendê-los e vencê-los.
Não digam que não conseguem me controlar. Eu me julgarei mais fortes que vocês.
Não me falem como uma pessoa sem personalidade, não vivam me apontando os defeitos das pessoas que me cercam. Isso irá criar em mim, mais cedo ou mais tarde, o espírito de intolerância. 
Não se esqueçam que eu gosto de experimentar as coisas por mim mesmo.
Não queiram ensinar tudo pra mim.
Não tenham vergonha de dizer que me amam. Eu necessito desse carinho e amor para transmiti-lo a vocês e aos outros.
Não desistam nunca de me ensinarem o bem, mesmo quando eu parecer não estar aprendendo.
Insistam através do exemplo e, no futuro, vocês verão em mim, o fruto daquilo que plantaram.


(Autor desconhecido).

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O dia de hoje...

Hoje nosso dia foi agitadíssimo. Tanto que só agora tive um tempinho para a net e postar algo nos blog e visitar demias mamães blogueiras. Acordamos cedo e pegamos carona com meu marido para ir ai centro da cidade. Lá, fui executar a segunda parte do presente dele, afinal dia dos pais está chegando...

Íamos passar o dia na casa de tia Déa, onde meu sogro iria para lá e assim faríamos um almoço, churrasco e uma cervazinha, mas nosso planos foram de água abaixo. Por motivos pessoais, isso não poderá mais se realizar. Sem falar que a esposa dele está doente e ele não poderá sair de casa. Faremos, então, uma visitinha ao meu sogro no domingo e depois almoçaremos em outro lugar, com o papai Alan, meu marido. Como não tenho pai, hoje a tarde me destinei a comprar uma lembrancinha para meu sogro, que por sinal gosto muito. E achei! Espero que ele goste!!

Resumindo, passamos o dia TODO fora e Kamille sempre esperta e atenta a tudo. Fez um pouco de birra pois não queria dormir, querendo estar atenta a tudo e à todos, sendo que estava com os o,hos vermelhos com tanto sono. Até que ao chegar na casa da minhã, dei-lhe um banhozinho e logo ela relaxou e dormiu. Chegou em casa já capotada no sono e lá permanece.
Hoje de manhã, quando eu estava preparando seu banho, coloquei-a dentro do berço com alguns brinquedos, até que tomo um baita susto quando a vejo ajoelhada e segurando na grade. Foi um susto grande, viu? Meu coração veio na boca... ow menininha astuta, Senhor!
Agora à noite na casa da minha mãe, a coloquei no andador enquanto jantávamos, até que quando menos espero, ela consegue abrir a segunda gaveta do armário (da pia) da minha mãe, mas como não conseguia ver ou pegar o que tinha dentro, ela simplesmente se pendurou, fazendo força com os braços para ver o que tinha dentro. Eu assim falando parece inacreditável. Meu marido ainda está sem acreditar. E mainha e meu irmão só acreditaram porque estavam na hora. Essa menina tá demais!

Linda, sorridente, bagunceira, curiosa, quando quer uma coisa... ai se não der.
Aprendeu a chamar com a mãozinha, a dar tchau e faz careta a todo momento.
Não pode ver uma câmera ou alguém falando no celular que para o que tá fazendo pra escutar. 

Cada dia mais linda.... linda... linda!!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Não basta ser pai, tem que participar!



Próximo domingo, dia 14, comemoramos o Dia dos Pais! A data não tem tanto burburinho como o Dia das Mães, mas é igualmente comemorada entre as famílias. Muitos pais são taxados por serem substituíveis, por não participarem cotidianamente da vida dos filhos, por darem menos carinho, enfim. Mas a verdade é que isso se trata de uma generalização. Há muitos pais que amam, cuidam, dão carinho, participam igual ou mais do que uma mãe. Esses sim, são pais de verdade, cumprindo o papel a eles destinado e merecendo todas as honras desse dia.

Meu pai, foi e é meu herói.
Ele faleceu quando eu tinha 15 anos (para mais detalhes, clique aqui) e até hoje me recordo dos seus abraços, do seu cheiro, das suas brincadeiras, das suas palavras, do seu carinho. Meu pai foi um PAI.

Ano passado, no dia dos pais, eu estava com quase 5 meses de gravidez e já comemoramos a data esperando a vinda da nossa estrelinha. Meu marido já era pai, mas acredito que ainda não se sentia assim. Esse ano, nossa estrelinha estará comemorando conosco essa data mais do que especial. Meu marido também é um PAI com todas as letras para Kamille. Desde minha gravidez, ele sempre foi muito atencioso e carinhoso. Me acompanhava em todas as consultas do pré-natal e esteve sempre presente. Menos na hora do nascimento de Kamille, pois ele tem aversão a sangue. Quando Kamille nasceu, e até hoje, ele tem sido muito prestativo e carinhoso, comigo e com ela. Quando necessário, ele arruma a casa, faz comida, coloca Kamille pra dormir, troca fraldas, brinca, dá carinho... é um verdadeiro bombril. (brincadeirinha, amor!)
Brincadeiras à parte, tenho um marido que pedi a Deus (claro que vez ou outra discordamos de algo, discutimos e ficamos emburrados. Coisa de todo casal. Acredito que o casal que não briga é porque não é um casal de verdade!) e Kamille um pai maravilhoso. Ele é um dos que merecem todas as honras pela data tão especial que se aproxima. Queria poder dar o melhor a ele nesse dia; algo que se assemelhasse ao amor que ele nos dedica, mas sei que isso é impossível. Ano passado dei-lhe uma caneca de vidro escrita: O melhor pai do mundo. Parece até que eu estava prevendo como ele seria. Dei-lhe também uma cartinha (depois vou scannear e postar aqui) como se tivesse sido Kamille que tivesse escrito, mesmo ainda estando na minha barriga.
Esse ano será mais um presente simbólico, afinal a grana tá pouquíssima. Mas acredito que ele vá gostar. Domingo posto aqui o presente e se ele gostou ou não do que recebeu.

Beijos,
Mona e Mille.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Casamento e Piquenique!

Casamento e piquenique: esses foram os nossos principais programas deste final de semana!
No sábado cedinho fomos da casa de vovô Gerônimo (vovô paterno de Kamille) e por lá mesmo almoçamos. À tarde fomos para a casa de vovó Lourdes (vovó paterna de Kamille) e lá ficamos até o finzinho da tarde, enquanto eu ajeitava a cabeleira para o casório. Por volta das 18:20h saimos de casa, super-ultra-mega atrasados, já que a cerimônia estava marcada para as 18h. Mas ao chegar lá, nem o noivo nem a noiva haviam chegado. E por falar nisso, a noiva atrasou exatamente 2h, pode? Achei falta de respeito com os convidados, principalmente com os que tinham bebês (que eram muitos) como eu! Mas tudo bem, Kamille se comportou direitinho e só no finalzinho da cerimônia tivemos que sair antes pois ela queria mamar. 

Na igreja, com Papai.

Na igreja, com Mamãe.

Com Mamãe e Papai.

Kamille querendo beijar o noivo!

Com papai e o noivo.

Ela se divertiu muito, pois havia muitas crianças e ela AMA crianças. Sempre risonha, encantou a todos. Mas, bem no meio da festa, ela começou a tumutuar tudo (sono!): tirou sapato, arrancou tiara, puxou toalha da mesa, derrubou o celular de papai... e ainda deu um showzinho a parte de choro. Olhe, depois que a gente tem filhos, nunca mais passamos despercebidos nos lugares. Os filhos sempre chamam atenção, seja porque são lindo, risonhos, bicudos, chatos, chorões, etc. (risos). Pois bem, viemos embora antes da festa terminar e no carro mesmo ela adormeceu num sono profuuundo. Em casa, troquei toda sua roupa e nada dela sequer abrir o olho e tão cansada que estava.

No domingo cedinho, o sol apareceu meio que tímido, mas mesmo assim arrumamos tudo e fomos para o Parque da Criança. Já tínhamos feito um passeio assim antes e foi muito gostoso. Ontem não deu pra tirarmos muitas fotos, pois esqueci de colocar a câmera pra carregar e a bateria acabou pifando bem na hora das fotos.

Minha Magali com sua melancia!

Experimentando toddynho.
As fotos abaixo são do outro passeio ao parque que fizemos cerca de 1 mês atrás e que não postei as fotos. 

Tomando suquinho de laranja.

Danillo (primo), papai e mamãe.

Brincando na gangorra

No balanço

No escorregador


Em nenhuma das vezes deu para sentarmos na grama e fazermos um piquenique tradicional, pois a grama estava cheia de orvalho. Mesmo assim, conseguimos um quiosque livre e fizemos nosso lanche com: salada de frutas, iogurte, toddynho, refri, bolachas, pão, frios, bolo, água e frutas. Uma delícia! #ficaadica pras demais mamães!! 


P.S.: Neste final de semana Kamille aprendeu a chamar com a mãozinha. Nós dizemos "cá" e fazemos o movimento com a mão, ela olha e repete. É a coisa mais linda!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Colinho de vó sempre faz bem...

Apesar da péssima notícia de que o papaizinho de Kamille está desempregado (ainda com aviso prévio até o final do mês), a vida tem que continuar, né? Depois que conversamos, ele decidiu esperar até o aviso prévio terminar para enfim se colocar no status de desempregado e assim ir em busca de um novo emprego. E nada de desanimar!!
Depois de entrar em contato com alguns AMIGOS (em caixa alta pois só nessas horas sabemos realmente quem o são!), ele se animou mais e está mais do que confiante de que não ficará muito tempo parado. É isso aí... bola pra frente e nada de ficar remoendo o passado. A próxima vez que falarei sobre isso aqui, será para falar do novo emprego, se Deus quiser!

*********

Bem, por diversos motivos, passamos a semana na casa da minha mãe. Mas só durante o dia. À noite íamos dormir em casa. Aqui Kamille sempre faz o que quer, afinal tem minha mãe e meu irmão para babá-la ao extremo. É complicado até querer impor algo. Aqui, a casa é enorme e ela roda de uma ponta a outra no andador. Não gosto de deixar muito, pois tenho medo do que dizem que o andador "entroncha" as pernas do bebê, mas ela é tão durinha, tão certinha... e fica tão feliz que acabo deixando-a brincar e perambular pela casa.
Acorda o tio, vai para a sala assistir tv, vai na cozinha onde minha mãe está ajeitando o almoço, puxa a saia do meu vestido... e assim sai deixando seus rastros pela casa, que sempre tem um brinquedo jogado no canto. Sem falar que quer abrir as gavetas e armários, além do mais perigoso: as tomadas! Ninguém fica mais em paz, sempre correndo atrás dela. E minha mãe omo não é nada babona, fica o tempo todo correndo atrás dela. É uma zona só.

Ajudando vovó a (des)arrumar o armário!

Próxima segunda começam as aulas do meu irmão e minha mãe volta a trabalhar, então voltaremos para casa. Onde ficaremos, novamente, só eu e ela (Kamille). Vai sobrar para a Galinha Pintadinha 1 e 2 voltar a agir. Só ela que consegue fazer com que Kamille me dê sossego pelo menos por uns 20min. Mas, foi bom enquanto durou...

*********
Semana passado me inscrevi para a seleção de aluna especial do mestrado e essa semana saiu o resultado: fui selecionada! Fiquei feliz!! Ontem fui fazer minha matrícula e as aulas começarão próximo dia 16 de agosto. Será só uma vez na semana, nas terças à tarde, pois me matriculei apenas em uma disciplina. Ainda estou vendo com quem vou deixá-la. Apesar de ser apenas uma tarde, nunca me separei dela tanto tempo... Sem falar dessa agonia dela dos dentes e de não querer outra coisa se não o peito!


*********
Meninas, vocês não imaginam como estou feliz com os comentários de vocês. É muito bom saber que tem alguém do outro lado da telinha lendo nossas besteiras e entendendo nossos desabafos, além de participar do crescimento da minha pimpolha. Obrigada, meninas! E bom final de semana para todas vocês.


Beijos,
Mona e Mille.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

A casa caiu!

A casa caiu nada, desabou mesmo! Como todo mundo diz que alegria de pobre dura pouco, depois de um final de semana perfect, na segunda veio a tristeza: o maridão foi demitido do emprego! Isso mesmo, demitido!! Depois de 6 anos e meio na empresa, veio a bomba... logo agora que temos nosssa princesinha, felizes por demais!
Na segunda à noite, o supervisor dele liga e avisa e o diretor geral do Nordeste, visando corte de gastos, resolveu demitir todos os promotores da Bahia à Fortaleza, incluindo meu marido. Sinceramente ele já imaginava que isso estava por vir, uma vez que as vendas por aqui não estavam nada boas. O supervisor, muito gente-fina por sinal, disse que a firma está passando por uma reciclagem e que daqui a 4 meses voltará a contratar os melhores promotores, e nisso meu marido estaria de volta. Mas como esperar por algo incerto? Nada disso! Agora mãos à obra atrás de outro emprego, já que ele está de aviso prévio até o final do mês.
Acredito na competência do meu marido e sei que logo, logo ele estará empregado. Ainda ontem pela manhã fiz e imprimi seu currículo. Já à tardinha teve entrevista e já estava tudo certo para ser contratado, mas teve um empecilho: a nova firma estava precisando de alguém para "ontem". Então, se meu marido descartasse o aviso prévio e saísse por conta própria para pegar o novo emprego perderia as contas pelo tempo de trabalho e isso a gente não quer, uma vez que o dinheiro nos ajudará e muito. Sem falar que o salário é cerca de 300,00 a menos do que ele ganha. Não compensa, né?
Ele está afobado para arrumar logo alguma coisa... e nisso tá querendo pegar "tudo" que aparece! E não é assim que as coisas se resolvem. Já conversamos e ele decidiu agora esperar até o final do mês para recomeçar a procurar algo. Acreditamos que Deus fecha uma porta, mas logo abre uma janela. Cabe a nós aproveitarmos as oportunidades que Ele coloca na nossa frente. Que seja feita a vontade Dele!
Certeza que dias melhores virão!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Final de semana agitado! + Dia Mundial da Amamentação!

Nosso final de semana foi bem diferente dos últimos que passamos.
Tivemos a companhia de pessoas queridas e, por isso, se tornou tão agradável.
No sábado à tarde ficamos na casa de vovó Maria, mas à noite fomos para o aniversário de tio George. Aliás, passamos lá só para dar os parabéns, mas logo tia Dri chegou com uma torta deliciosa. De lá fomos (papai, mamãe, Kamille, Danillo e tia Déa) para o Yoi, um restaurante de comida japonesa que mamãe e papai adoram. Lá estava um ambiente super agradável, você dormiu um pouco e acordou mais simpática do que antes. Foi um sábado gostoso e diferente.

Com papai e o aniversariante.

George, o aniversariante!

Da esquerda para a direita: tia Déa, Mamãe e eu, Papai, tia Dri, George e vovó Maria.


No domingo teve um churrasco, de leve, na casa de tia Déa e lá você bagunçou um bocado, andando de um lado para o outro no andador. Contamos com a presença de vovó Maria, tio Max, Lane, Ryan, Niedja e tia Heidi. Além de tia Déa, Rivaldo, papai, mamãe e Danillo, com quem você brincou bastante! E ainda dormiu no sofá da sala, dançou forró com mamãe, entre outras travessuras. Depois fomos para a casa de vovó Maria onde terminamos a noite. Quando viemos para casa, você estava exausta e dormindo. E assim foi nosso final de semana. Simples, mas feliz! E que outros se repitam, não é?

No andador

Acordando da soneca!

Com tia Déa e Lane.



*********
Agora escrevendo sobre o segundo título, hoje, 1º de Agosti é o dia Mundial da Amamentação. Se todas as mulheres sobessem o bem que o leite materno traz, jamais abririam mão desse ato de amor! O leite materno traz benefícios tanto para a mãe como para o bebê.

  • O leite materno funciona como uma vacina, protegendo a criança de muitas doenças.
  • Já para a mãe:  reduz o peso mais rapidamente após o parto; ajuda o útero a recuperar seu tamanho normal, diminuindo o risco de hemorragia e de anemia após o parto; reduz o risco de diabetes; reduz o risco de câncer de mama; se a amamentação for exclusiva, pode ser um método natural para evitar uma nova gravidez.Isso sem falar que a ama­mentação favorece um contato mais íntimo entre a mãe e o bebê.
 Pois bem, mamães de 1ª, 2ª, 3ª viagem e até mesmo gravidinhas e tentantes... insistam e persistam no aleitamento materno. Além dos benefícios, não há coisa melhor no mundo do que dar de mamar!


*********
Só para constar, Kamille hoje tomou a 2ª dose da vacina para pneumonia!