domingo, 17 de junho de 2012

Vacina contra a Paralisia Infantil.


Ontem, dia 16 de junho, começou a campanha contra a Paralisia Infantil. Em todos os postos d saúde do país tem a vacina da Poliomielite. E, na tentativa de ficar em dia com o cartão de vacina, fui com Kamille dar a vacina no postinho aqui do lado de casa.

Não costumo dar as vacinas nesses postinho daqui. É tanto que ela só tomou 1 das tantas que compõem o seu cartão de vacina. Coloquei na minha cabeça que não há melhor "aplicadora" de vacinas do que a senhora do postinho de lá da Liberdade, desde as minhas vacinas na gravidez. Mas, por destino, ou infelicidade, resolvi ir no postinho aqui dar a dose da Poliomielite.

Olha minha gatinha como ficou lindinha, parecendo uma moça:


Ela foi, bem feliz, segurando seu cartão de vacina, andando pelas calçadas até chegar ao postinho. Lá, ficou toda sorridente e amostrada ao ver tantas outras crianças. E falava: "Mamãe, bebezinho!' e apontava quando via um bebê. Chegou a vez dela e como eu previa, a enfermeira perguntou se eu queria dar uma das vacinas que estavam atrasadas, além da Pólio, claro. Para não ser chata, disse que sim e ela disse que ia dar a do Tétano.

Kamille parecia que tinha entendido a conversa e começou a choramingar. Até que a assistente, meio que lerda, veio me ensinar como segurar a perninha dela. Deu vontade de dizer que eu já sabia, mas calei. Lá no postinho da Liberdade, só eu segurava Kamille e a senhora - que não sei o nome - que aplicava. Kamille só chorava pel picada da seringa e logo calava. Desta vez, apesar de eu estar segurando direitinho a perna dela, veio a assistente e ainda a enfermeira que aplicou a bendita vacina. Kamille se assustou com tanta gente segurando ela e endureceu a perna. Chorou até quase chegar em casa. E veio em meus braços!

Assim que entramos em casa, coloquei compressa gelada, mas não deu outra: a perninha logo inchou. Começou a ficar chorosa. À tarde, quando Alan chegou, fomos para a casa de vovõ Lourdes comemorar o aniversário de tia Dri. Lá, foi preciso dar uma dosinha de Tylenol, pois Kamille estava com a cabecinha quente e muito molinha. Ela adormeceu um pouco e quando acordou, tava melhorzinha.

Apesar de toda assanhada, pois havia acabado de acordar, eis a fotinha com a tia e os priminhos:


Durante a madrugada a temperatura dela subiu e tive que medicar. Passou o dia todo milinha e chorosa. Consequência da vacina do Tétano, claro. Mas ela há de melhorar, se Deus quiser!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Consulta na pediatra - 12.06.2012/ Véspera de Santo Antônio e Dia dos Namorados.

Graças à Deus foi apenas mais uma consulta de rotina. Pesar, medir, saber como está tudo e só... GRAÇAS À DEUS! Ela está com 9.800kg e 78cm. Bem do ouvido, garganta, boca, olhos, batimentos cardíacos. O peito não tá chiando, não estava febril, tá corada... tudo bem, bem!
A consulta nem demorou, pois nem queixa tínhamos a fazer, ainda bem!

À noite, véspera de Santo Antônio de Dia dos Namorados, fomos comemorar na fogueirinha nacasa da nossa amiga Heidianne. Momento muito prazeroso, ao lado de amigos queridos, num papo super legal. Pensamos em dar só uma passadinha depois que Alan saísse da UEPB, mas essa passadinha se estendeu até 1h da manhã. E o pessoal ainda ficou por lá, curtindo nosso amigo (e meu ex professor) Adeildo tocando violão. Kamille se encantou com o fogo e com os fogos (chuveirinhos e traque). Demorou a dormir, pois queria brincar com Mellyssa e Sofia. Lá pelas 22h, ela não resistiu e dormiu. 

O dia foi maravilhoso, apesar que passei a manhã toda emburrada, pois esperava que ao sair Alan me dissesse um "Feliz Dia dos Namorados, meu amor!". Não disse. Relevei achando que teria alguma cartinha (como ele gosta de fazer), um recadinho, um bombom em algum lugar da casa. Não tinha. Esperei um telefonema, uma mensagem, algo assim. Não chegou. Tudo bem, se ele esqueceu, eu também tinha o direito de "esquecer", pensei eu. Ele chegou para o almoço, teve selinho, mas nada de comentar a data. Fiquei chateada de verdade e quem me conhece sabe que não foi por motivos comerciais, afim de um presente. Mas pela lembrança da data mesmo, afinal ainda somos namorados, não somos? Coloquei cara feia, chateada, mas sem comentar nada. Ele percebeu e abriu o jogo: havia me comprado um presente, mas só queria me fazer a surpresa à noite. E segundo ele, eu estraguei tudo, pode?

O almoço então fo maravilhoso. Passei o resto do dia feliz. E mais feliz fiquei quando confirmamos estar tudo bem com nossa princesa. E pra fechar cm chave de ouro, uma noite super agradável ao lado de amigos. Muito bom! Só tenho o que agradecer à Papai do Céu.


Não parava de apontar a fogueira.



Dançando...





Povo que amo!

domingo, 10 de junho de 2012

O Parque do Povo

Kamille tá mais enxirida do que nunca! Espera que vou explicar.
Ontem resolvemos dar uma passadinha no Parque do Povo, onde acontece o Maior São João do Mundo, de nossa cidade. Foi um passeio bem light, como diz Alan, fomos na hora da matinê (só porque fomos cedo demais - umas 19h), só para vermos como estava a festa esse ano e as mudanças que ocorreram em relação à banheiros e piso refeitos.

Pois bem, lá fomos nós: Alan, Kamille, eu, Andréa, Danillo e Felipe. Andar com crianças, apesar de ser um pouco estressante, também é muito agradável. Nunca nada é previsível. Por ter dormido pouco, imaginei que Kamille fosse aperriar, com sono. Mas que nada! Muito pelo contrário. Não queria nem vir embora.

Paramos numa barraquinha para comer churrasquinho e Kamille comeu franguinho com guaraná. Não se contentando, quis meter a mão na farofa do rapaz, ao ponto que Alan teve que pedir num pratinho à parte uma porção de farofa só pra ela. E assim ficou feliz: comendo sua farofa e tomando guaraná. Na comida, se esbaldou: comeu o churrasquinho, bolinho de queijo, batata-frita, algodão doce... e em casa ainda comeu crepe.

Apesar de nenhuma ilha de forró ter começado a festança, havia um som mecânico tocando pé-de-serra. Alan colocou-a no chão e ela se esbaldou, dançando feito gente grande. Parecia um pinto no lixo de tão feliz que estava. Foi ótimo sair pra passear com ela. Pena que eu havia esquecido de colocar a câmera pra carregar e ela descarregou bem no meio da minha empolgação para tirar fotos e registrar tudo. Esses foram os momentos que deu para registrar:





Amostrada linda!

Agarrou e não queria mais soltar.






Ainda voltaremos lá. Quero levá-la ao Sítio São João também.
Tudo bem que todo ano fazemos esse tour, mas a cada ano a experiência é diferente!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

O desmame.

Por mais que eu tente, que eu me esforce, tá muito difícil de tirar Kamille do peito. Se já tentei?! Milhões de vezes... mas não é tarefa fácil, como também não foi quando eu tanto onsisti para que ela pegasse o bico de meu peito. Não me arrependo, apesar de saber que já passou da hora dela desmamar.

Na verdade, não sei se é também meio que culpa minha, pois Dr. Luciano (obstetra) havia me falado que enquanto eu estivesse dando de mamar não tinha risco com a minha prolactina alta. Quem tá chegando agora, não deve ter lido a respeito de uns probleminhas que tive com a bendita prolactina, antes de engravidar. Esse bendito hormônio me causou até um nódulo na hipófise, me prejudicando por demais! Leia mais AQUI.

Pois bem, acho que coloquei um pouco disso na cabeça e tô me justificando o fato de ainda não ter colocado pressão no desmame. Mas a minha paciência no ato de amamentar está indo pra cucuia, pois tá cada vez mais incômodo. Kamille não respeita hora, nem local... muito menos a mim. Quando ela quer, senta no meu colo e simplesmente arranca minha blusa, choramingando e fazendo birra das grandes. É um Deus nos acuda.

Sei de tudo: que o peito já não serve, já não alimenta, já não tem as vitaminas que ela precisa... e que ela apenas o utiliza como chupeta. Sei de tudo isso e um pouco mais, mas não consigo evitar, principalemente depois de um dia altamente cansativo, estressante e que Kamille só quer a mim para dormir. A mim e ao meu peito. Então, como evitar dar o peito quando a única coisa que eu almejo nessa hora é que ela durma para que eu consiga também descansar? Dou o peito e vej ela dormindo em no máximo 10min ou não dou e fico padecendo com ela no colo, balançando pra lá e pra cá enquanto ela esperneia? Quem lê isso aqui e sabe, no mínimo, 25% do que estou falando, vai dizer, sem nem pensar 2x que a primeira alternativa é a melhor.

É nesse dilema que vivo diariamente. E nem adianta dizer pra dar ela pra alguma outra pessoa. Pois a única outra pessoa com quem ela dorme é com o pai, e com ele não posso contar, pois todas as noites ele está na universidade. Vou levando enquanto der pra levar, mas essa vontade imensa que ela desmame tá me consumindo.

 

terça-feira, 5 de junho de 2012

São João 2012 chegando...

Já estamos no 5º dia do mês de junho, ou, para nós nordestinos, do mês de São João. Desde o dia 1º a nossa cidade já respira novos ares, afinal nossa festa começou!! Mas, depois volto pra falar um pouco mais sobre isso.

Hoje venho para colocar o papo em dia, pois tantas coisas aconteceram nesses últimos dias... e a mamãe aqui sem ter muito tempo para atualizar as novidades. Pois bem, vamos lá. Por esses dias foi o aniversário da mamãe aqui e para comemorar fomos almoçar fora com a nossa família. Depois do almoço fomos ao show da Galinha Pintadinha, no Teatro do Garden Hotel. Foi o primeiro show de Kamille, e apesar dos abusos de sono, ela adorou. Dançou, pulou, bateu palminhas e até cantou. Ficamos muito felizes ao vê-la feliz. Foi um dia bem prazeroso... e a mamãe aqui adorou passar o dia dela todo voltado para a pequena.

Almoçando com mamãe.

No teatro, esperando o show começar.

Assistindo ao espetáculo da Galinha Pintadinha.


E, como falei antes, o mês de São João chegou. Essa é a época do ano que mais gosto. No dia 1º foi a abertura do Maior São João do Mundo. A festa em si, para mim, não é mais a mesma desde que Kamille nasceu. E não perdia uma abertura e todo final de semana estava por lá. Sem falar que em alguns dias de semana também, Agora nos limitamos a ir num sábado ou domingo à tardinha. Ano passado fomos apenas uma vez. Fomos ao Sítio São João e depois ao parque do Povo, mas logo Kamille cansou e dormiu. Logo viemos embora. Esse ano ela tá mais espertinha... e dançarinha fina. Obra do pai que a ensina a dançar.

Sábado passado, dia 2, fomos ao mesmo restaurante que fomos almoçar no dia do meu aniversário, Murão. Fui reencontrar amigos dos tempos de colégio e estava tendo forró pé-de-serra. Kamille me deixou super a vontade só querendo e para o pula-pula. E quando o forró começou, adivinhem pra onde ela quis ir? Pro meio do salão. O pai babão pegou-a no colo e foi simbora dançar com ela... e ela adorando.


Essa semana temos feriado, na quinta, dia 07. Estamos planejando ir ao Parque do Povo. Sei que ela vai adorar o passeio.


Volto com as fotos!