quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Consulta ao cardiologista

Antônio Pedrosa, essa é o nome do amigo que vistamos ontem. Ele é cardiologista e também especialista na área infantil. Resolvi levar Kamille à essa especialidade médica, pois há algum tempo ela reclama que o coração "tá muito forte". Quando coloco a mão em seu peito, o coração bastante acelerado, do nada, como se fosse uma taquicardia.

Em uma consulta de rotina com a pediatra, que agora é Dra. Margarida (muitas coisas mudaram por aqui rsrsrrs), comentei o ocorrido com ela, que examinou Kamille, auscultando-a. Não percebendo nada de anormal, ela me sugeriu, caso eu achasse necessário, buscar um cardiologista para examinar mais à fundo. Deixei passar. Mas, há alguns dias, Kamille reclama do peito doente e o coração muito acelerado, de novo. Marque o cardiologista. E o dia foi ontem.

Antes de entrar para a consulta, ela fez um eletro, que estava tudo normal. Relatei todo o ocorrido para o médico, que utilizou a ausculta e o resultado do eletro para me tranquilizar e dizer que estava tudo bem. Maaas, para investigar mais, solicitou um ecocardiograma com Dra. Simone, especialista em cardiologia infantil. Ele disse que estava solicitando apenas por precaução. Disse ainda que na idade da minha pequena, 3 anos e 8 meses, é comum aparecer sequelas de uma má formação congênita do coração, o que ele não acredita ser o caso, mas não custa nada prevenir, né?

Vou marcar o exame e assim que tiver maiores notícias volto para contar. Sexta iremos a um retorno no Otorrino, que depois conto melhor quando fomos lá a primeira vez.

domingo, 24 de agosto de 2014

Sacola Literária

Kamille na escolinha é o meu maior orgulho. esse ano resolvemos deixá-la na mesma escola do ano passado, pois acreditamos que em time que ganha, não se mexe. Tanto é que ela não deu maiores trabalho do que o normal. Ficar muito tempo em casa - de férias - nos deixa mal acostumados. Com ela não poderia ser diferente: sempre ali, ao nosso lado, recebemos os diversos mimos...

Já estamos no segundo semestre do ano e uma das tarefinhas da escola que veio esse final de semana foi a Sacola Literária. Dentro da sacola veio um fantoche de um tucano, um livro do Sapolino Birutino e uma ficha de leitura. Foi uma delícia conhecer a historinha desse sapinho que queria ser gente, mas que acabou encontrando sua sapa.

Adoramos brincar e interpretar a história com o fantoche. E Kamille super atenciosa, entendeu tudo bem direitinho e fez a tarefinha praticamente sozinha. Registramos esses momentos. Apesar de ser um domingo, foi muito prazeroso dedicar esse tempo á nossa pequena.



Sexta passada houve um passeio ao teatro pelo Colégio onde ela estuda, mas infelizmente não deu pra ela ir, pois fomos fazer um Raio X da face. Como ela tem tido constante crises alérgicas, o Otorrino achou por bem. Próxima terça a levaremos para os resultados e para um Cardio. Em outro post tento contar tudo em detalhes.

Saudades...

Foi tudo tão lindo!!
Esse blog foi uma das melhores coisas que já fiz em toda minha vida. E sou tão feliz por tê-lo feito. Pena não poder ter me dedicado mais. Há mais de 1 ano que não posto nada e tantas coisas aconteceram de lá pra cá. Bem que poderiam estar registradas. mesmo sem postar nada, vez ou outra, corro pra esse cantinho e releio algumas postagens. Vejo e sinto que fomos e somos felizes e realizados com nossa Bibille.
Bibille: esse é seu apelido carinho, pois quando ma sabia falar e nós perguntávamos qual era o seu nome, ela sempre dizia BIBILLE.

Acredito que nunca é tarde para começar e muito menos para recomeçar, na medida do possível, é claro. E lá vamos nós!!

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

O retorno das aulas

Antes de aulas recomeçarem, como eu tinha planejado, levei Kamille ao Game Station, na sexta-feira, dia 26 de julho. Ela brincou, brincou e muito. Depois devorou uma coxinha enooorme, batata-frita e um baita suco de uva. Foi muito gostoso ver nossa pequena se divertindo...

Essa felicidade não tem preço
Comendo com gosto!

No sábado cedinho tive reunião de planejamento na escola onde leciono... já deu para sentir o clima das aulas que estavam voltando. À tarde fomos visitar Davi, filho de uma grande amiga (Heidianne), que estava completando 1 mês. Entre tantas experiências que não registrei aqui, o nascimento de Davi foi o mais emocionante. Eu que acompanhei sua mãe na hora de seu nascimento. E tentei registrar tudo. Digo "tentei" porque a emoção foi grande demais. Se eu já amava Davi enquanto estava na barriga da mãe, imagina depois de vê-lo estrelar nesse mundo. titia ama demais. Ah, e como ele estava fazendo 1 mês, não poderia faltar a sessão #mesversários pra ele, né? Kamille ama festa!!



No domingo, dia 28, mais festa! Foi o aniversário dos meus irmãos gêmeos (por parte de pai). Comemoramos o aniversário de Dinha (Ednilda), que Galego (Ednilton) estava viajando... Fomos para o balneário da Afrafep e não preciso nem dizer que nos divertimos muito, né? Kamille nem se fala...



As aulas aqui recomeçaram dia 29 de julho tanto para mim como para Kamille. Pra mim, tudo normal, até porque amo estar em sala de aula, e apesar de não ter descansado nada nessas férias, eu estava morrendo de saudades dos meus alunos. A gente se apega fácil. :)

Quanto à Kamille, a adaptação está mais difícil. Ela insiste que ainda está de férias, mas até que não faz objeções para se arrumar. No primeiro dia fez biquinho de manha, mas ficou bem. Na terça, o pai e eu entramos para deixá-la e a manha foi maior. deixamos ela choramingando. Na quarta foi pior, deixei ela aos berros. Sempre quando vou buscá-la pergunto à professora se ela chorou, se chorou muito, como se comportou... e é sempre elogios. Choraminga pouco, dança, brinca, faz as tarefinhas... Na quarta, quando a deixei chorando, a professora me disse que ela começou a tossir até que vomitou. Depois disso se calou e começou a brincar. Quando fui pegá-la, ela estava brincando no tapetinho de eva, imitando uma gatxinha para os amiguinhos, a coisa mais linda de se ver. É este comportamento que não me deixa mais com o coração tão apertado quanto ao início do ano.

Ontem ela não foi, pois Alan foi à João Pessoa e só volta hoje à noite. Estamos na casa de mainha desde quarta à noite. Então ela só irá para a escola novamente na segunda. Sei que isso agrava mais essa readaptação à escola, mas não há outro jeito. Torcer para que essa fase passe logo, né?




sexta-feira, 26 de julho de 2013

Férias, onde?

Segunda-feira, dia 29, já retomaremos nossas atividades, Kamille na escolinha, eu na minha e Alan começa em um novo emprego no dia 1º de agosto. Mas infelizmente não tivemos férias. Ficamos muito em casa, mas passear que é bom, nada. Entramos em férias com Vovó Maria doente e foi tudo meio conturbado, já que é ela quem fica com Kamille para eu ir trabalhar. Mas ainda bem que foi na minha última semana de aula e deu para contornar a situação. Imaginávamos que mainha estava com virose, mas depois descobrimos que era dengue.

Enquanto mainha melhorava e tinha recaídas, Kamille e eu gripamos. Kamille ficou na crise alérgica, graças à Deus. Nada que os antialérgicos não resolvessem. Só a tosse que deu um pouquinho mais de trabalho, mas já está ok. Eu entrei na onda da virose, tive febre, dores, gripada, tosse... aí depois atacou a garganta e depois o ouvido. Foram 3 dias e três noites sem dormir com dor de ouvido. Até o meu rosto inchou... foi complicado. Melhorei. Aí semana passada acha de me atacar uma dor de dente, simultânea a uma crise de prisão de ventre em Kamille. Coisa feia de se ver... e sem poder fazer nada a não ser esperar que o remédio surtisse efeito. Estamos tentando controlar com a água da ameixa e apenas quando necessário, o laxante ou supositório. Chegaremos lá.

Voltando para o quesito férias, ainda tentamos ir ao sítio que era da minha avó e agora moram meus tios e primos, em Arara. Mas não deu. Como choveu bastante por aqui nos últimos dias, as estradas lá não estão as melhores. decidimos ir outro dia... mas só Deus sabe quando. Alan que gostou de não irmos, para não deixá-lo só. A saudade seria grande, segundo ele. Sei!

Bom... e é isso. talvez eu a leve ao shopping nesse final de semana só para não dizer que não saiu de casa...

E que tenhamos uma volta tranquila... é o que eu espero!


quarta-feira, 24 de julho de 2013

Primeira apresentação junina

Uma das coisas que acho mais legal na vida escolar é participar das datas comemorativas. E assim que chegou a solicitação de autorização para Kamille participar da apresentação junina da escola, prontamente assinamos. Não é nenhuma novidade que Alan e eu somos festeiros, adoramos animação... e queremos que Kamille não seja diferente. Queremos incluí-la em tudo o que pudermos e que a idade dela permitir.

Ficamos ansiosos com a apresentação dela. Será que ela se apresentaria direitinho? Choraria? Subiria no palco? Sinceramente, imaginamos que ela não iria querer desgrudar de mim. Mas assim que chegamos na escola onde seria a apresentação (não foi na escola dela por falta de espaço suficiente), entreguei ela a professora, para se organizarem. Ela estranhou o ambiente, mas não fez biquinho para ficar. Me deu um abraço e logo saímos para o salão e esperar a apresentação...

E foi lindo!! Eles dançaram a música Xote Ecológico, de Luiz Gonzaga. Ela ficou surpresa ao ver todo mundo olhando para eles, mas fez todos os passinhos na medida do possível. Um amor... sei ne descrever esse momento. Ela gostou tanto que até hoje nos pede para cantar a música pra ela. Foi lindo...

Teste de maquiagem... e depois adormeceu!

Já na apresentação.




Orgulho





Meu aniversário 2013

No dia 27 de maio sempre temos duas comemorações: meu aniversário e aniversário de casamento. Completei 29 anos e 7 anos de casada. São duas comemorações especiais.

E esse ano não foi diferente... passamos uma semana comemorando. Todo dia uma coisa diferente: pizza, vinho, lasanha, comida japonesa, cesta de café da manhã, passeios... etc. Preciso nem dizer que saí dessa com uns 5kg a mais, né?

No domingo, dia 26, fomos para um restaurante fazenda em Galante, já que no dia 27 era uma segunda dia de trampo. Passamos o dia por lá... ótimo.

George (concunhado) e Adriana (cunhada)

Mamis

Irmão



Minha gatxinha!





Quem mais aproveitou tá aí.

Meu primeiro Dia das Mães na escolinha

Tinha várias coisas para falar sobre esse dia, minhas expectativas, minha ansiedade... mas depois de tanto tempo, já não tem mais nem graça. Vou falar apenas o essencial.
A priori, eu achava que não haveria comemoração, pois não nos pediram um centavo se quer... até que 2 dias antes, veio um recadinho na agenda pedindo que as mães fossem buscar seus filhos mais cedo na sexta, dia 10 de maio, que haveria uma apresentação que eles haviam ensaiado... me animei!
E fui buscá-la...

Ao chegar, o colégio tava todo enfeitado cheio de corações e recadinhos diversos. Havia uma mesa com um bolo lindo, torta salgada, salgadinho, refrigerante... Na salinha dela, todos bem comportados. Achei até que ela correria para os meus braços assim que me visse, mas não. Continuou ao lado dos amiguinhos e me disse que tinha uma "supêsa" pra mim. Besta que sou, já comecei a chorar...

Tia Luana leu uma mensagem linda do Dia das Mães e depois ligou o som. As crianças começaram a cantar e a dançar de acordo com a música:

"A mamãe é minha vida, a mamãe é meu amor... seja feliz nesse dia, mamãezinha querida..."

E chorei rios de lágrimas... Aguenta coração!

A terminar, ela correu para os meus braços e me deu AQUELE abraço. Que dia lindo!! Amei, amei, amei...

Em casa, prontinha para ir pra escola.

Quando fui buscá-la. Ela com minha lembrancinha.

Tia Luana.

Tia Bárbara.

Meu dia.

Ganhei um presentinho lindo: uma necessaire em formato de calcinha que serve para guardar absorventes dentro. AMEI! Original, útil e criativo!!

Piu Piu Amarelinho 2012/2013

Até tentei encontrar alguma provável postagem que eu tivesse feito a respeito deste tema, ano passado. Mas não encontrei. Então vamos lá, explicar:
o Piu Piu Amarelinho é um bloco infantil que surgiu na época da extinta Micarande. Como só haviam blocos para adultos, com Chiclete com Banana, Asa de Águia, Ivete... e outros artista do axé; Capilé, cantor Campinense, resolveu agradar aos pequeninos e criou o Piu Piu. Desde aquelas épocas foi um grande sucesso. Em 2008, a Micarande acabou e com ele todos os blocos de rua. Entretanto, ano passado (2012), Capilé resolveu resgatar esse sucesso e lançou o bloco na rua novamente. E não poderíamos ficar de fora.
Nossa pequena estava com 1 ano e 4 meses, mas se divertiu como gente grande. Valeu muito a pena:

PIU PIU AMARELINHO 2012
(Fotinhas tiradas na casa de vovó Lourdes antes de irmos para o bloco)


Com o primo Felipe.

Já dançando tudo...

Nossa galerinha da festa.

Esse ano não poderia ser diferente. Kamille com 2 anos e 4 meses também aproveitou e foi quem mais nos empolgou. Infelizmente choveu bastante e não deu para aproveitarmos com liberdade. Sempre presos ao guarda-chuva. Mas valeu a pena. E que venha 2014.

PIU PIU AMARELINHO 2013


Esperando a saída do bloco.


Com o priminho Felipe, que está em todas.

Nós.


terça-feira, 9 de julho de 2013

Maceió, minha sereia...

E esse foi o refrão mais cantado por Kamille no final de semana dos dias 12, 13 e 14 de Abril, quando fomos convidados por Tony (amigo de infância de Alan) para irmos à Maceió. A viagem constou de uma mini excursão familiar. Todo mundo de casa, numa casa de amigos, praias maravilhosas à nossa disposição, tudo perfeito. Reza a lenda que tudo o que é decidido de última hora é melhor. Mito ou verdade, sei que conosco deu certo, exceto.... depois eu conto.

Agora vamos registrar os momentos com fotos que ficaram em nossas lembranças:

Chegando em Maceió e comprando peixe
para fazer aquela peixada.

E ela que não perde tempo, já estava brincando.

Presepeira de mamãe.

Prontinha para a praia.

Praia do Francês.


Presente de ganhou do Papai.
 A primeira e última vez em que fui à Maceió foi em 2008, apresentar um artigo em um Congresso Internacional. Na época eu ainda era estudante de Letras pela UFCG. Passamos (Alan também foi) uma semana maravilhosa. Uma mini férias. Conheci Riacho Doce, Praia da Sereia, Ponta Verde, Pajuçara (inclusive as piscinas naturais no passeio de jangada... ótimo), Maceió antigo,  Lagoa do Mundaú, 7 Lagoas e Praia do Francês. Ficou faltando apenas a praia do Gunga, que conheci desta vez. Linda!!

Passeio de triciclo na Praia do Gunga.

Dizendo à vovó que estava tudo bem.

Praia do Gunga: Aproveitando o sol e fazendo
pose para a foto.

Minha princesa, feliz da vida.
 Ao chegarmos na casa, a piscina estava cheia... de lodo. Decidimos que iríamos esvaziá-la para encher de novo. Mas daí a bomba estava quebrada. O pessoal foi atrás de um cara para consertar a bomba, que cobrou nada mais, nada menos do que 250,00. E isso porque era na base da amizade, viu? O preço de comprar outra bomba novinha.
Os meninos, meio que inconformados com a situação, ficaram por ali tomando as cervejinhas, cachacinhas... até que um teve a ideia de pegar um balde enorme esvaziá-la na base do braço. Os outros entraram na onda e no fim da tarde da sexta-feira, a piscina estava seca e limpa. Passou a noite toda enchendo... para nosso deleite no sábado e domingo.
A piscina.

O amigo Gabriel, que se tornou seu xodó nessa viagem.

Feirinha de artesanato de Pajuçara.

Minha princesa.

A bandinha de bonecos.

Nossa feliz família.
A exceção da alegria desse dia e dessa viagem, foi que nesta madrugada Kamille teve febre. pouquinha, mas suficiente para nos deixar preocupados; No domingo não saímos da casa, com medo de uma reação maior. E depois do almoço pegamos a estrada de volta para casa. Chegamos em Campina umas 9h da noite. Cansados e felizes... 

Entretanto, depois daí, Kamille teve uma sequeência de históricos de febre que foi parar 2x no PS: Garganta inflamada e 3 dentinhos novos nasceram!