terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Presente de Deus!



Assim que soube que estava grávida, não tive dúvidas de que esse serzinho que estou gerando aqui dentro é o meu mais perfeito presente de Deus. Kamille é o fruto do mais puro amor que possa existir entre um homem e uma mulher. Desde nosso namoro, meu esposo e eu temos passado por diversas provações, provavelmente pra “medir” o tamanho do nosso amor, saber até onde ele era (é) capaz de chegar. Queria ir direto ao assunto, mas não sei como fazê-lo sem antes contar um dos fatos ocorrido comigo.
Quando começamos a namorar eu era bem magrinha, só tinha nariz (até hoje odeio o meu nariz! Mas é herança de família, fazer o quê? Rsrsrsrs)! Com o tempo comecei a engordar, até que no dia do nosso casamento (1 ano e 7 meses depois) eu já tava alguns quilinhos a mais. O tempo foi passando e como estava casada, comecei a fazer uso de anticoncepcional, afinal eu não queria uma surpresa antes da hora. Comecei a atribuir ao remédio o fato de estar engordando, daí pedi ao médico (meu GO é meu médico desde minha primeira menstruação) que me receitasse outro que não engordasse tanto. E ele me disse que aquele não engordava. Consultei uma endocrinologista, fiz exames de hormônios como a tireóide, mas nada de saber o motivo que me fazia engordar. Fiz regime, caminhadas, academia, tomei remédios controlados, mas sempre ficava no “efeito sanfona”: emagrecia um pouco, mas quando ganhava peso, era quase o dobro! E assim foi passando o tempo...
O ano de 2009 foi um dos piores da minha vida, apesar de no fim do ano eu ter tido a grande alegria da minha vida que foi a minha formatura. Foi uma grande realização! De junho pra julho (2009) visitei meu GO, pois havia quase 3 meses que estava sem menstruar. Eu toda feliz, já achando que estava grávida, entretanto não tinha sintomas nenhum a não ser uma forte dor de cabeça, que eu atribuía aos estudos. Eu tava num período em que eu estava estudando feito uma louca... e mal dormia! Fiz um Beta e deu negativo, fiz o segundo e novamente deu negativo. Até que meu GO me pediu uma bateria de exames... foi quando ele descobriu uma grande alteração na taxa de um hormônio chamado Prolactina. Depois de uma tomografia, ficou claro que eu estava com uma doença do tipo Hipotalâmico-Hipofisárias, que quer dizer que eu estava com um nódulo no cérebro, localizado na hipófise. Devido a essa taxa alterada, eu não tinha ovulação, por isso a falta da menstruação. A falta da menstruação também influenciava na minha fertilidade, me deixando praticamente estéril.
Ao ser bombardeada com tantas notícias ruins, meu mundo desabou! Não tenho nem palavras para expressar como me senti na época, só sei que eu chorava, chorava e chorava! Meu médico tentava me acalmar, dizendo que com o tratamento certinho tudo daria certo, mas parecia que eu não escutava o que ele dizia... Agora tava explicada minhas fortes dores de cabeça... tinha um caroçinho lá, atrapalhando tudo! Comecei a fazer o tratamento, o medicamento era caríssimo (8 comprimidos custavam mais de 250,00), comprei a primeira caixa enquanto tentava conseguir ajuda do governo. Felizmente consegui!
Durante o tempo do tratamento parei de tomar os anticoncepcionais, afinal, minhas chances de engravidar eram as mínimas possíveis! Nisso terminou o ano de 2009. Nunca gostei de anos com números ímpares: em 1999, meu pai se internou e só saí do hospital falecido, em 2005 perdi meu avô, em outros anos acontecimentos pequenos que também marcaram minha vida... e assim vai. No romper de 2010, pedi fortemente à Deus que se eu merecesse, me desse um ano que me recompensasse todas as lágrimas que havia chorado. Eu implorava paz e saúde! E Deus ouviu minhas preces...
Em março deste ano, minha menstruação veio além do normal, e eu já estava com medo de que fosse uma hemorragia, mas tudo normal, até que em abril a bendita não veio. Achei que fosse normal, afinal no mês anterior eu havia sangrado feito uma vaca. E assim passaram-se os dias... até que comecei a sentir náuseas, corpo mole e vômitos... muitos vômitos. Meu esposo foi o primeiro que disse que eu estava grávida, mas não dei bola, afinal pelo o que eu estava passando, era quase impossível. O tempo foi passando e os sintomas não passavam. Minha família insistia para que eu fizesse um Beta e eu sempre desconversando, pois eu não queria alimentar esperanças e no final quebrar a cara novamente. Foi então que meu esposo resolveu comprar um teste de farmácia, fiz e... duas listras... POSITIVO! Não acreditei!!Esperei dar 8h da manhã para ligar pro consultório do meu GO e pedir uma requisição para fazer o Beta, fiz e... POSITIVO!!
Eu não sabia se chorava, se sorria... meu corpo começou a tremer... fiquei nervosa... era a melhor notícia que eu recebia na minha vida. Um misto de sentimentos tomou conta de mim e eu não conseguia acreditar. Pra ser sincera, só acreditei de verdade na primeira consulta do pré-natal, em que escutei o coraçãozinho dela (eu ainda não sabia o sexo). A família toda amou a notícia! Comecei a ser mais do que paparicada, ou melhor, a barriga! Rsrsrsrsrs.
Mais do que nunca eu tive a certeza de que há um Deus, que nos ouve e nos ama. Que tem misericórdia de nós, mas que nos dá provações para ver até onde confiamos no Seu amor. Em todo o meu sofrimento, eu nunca me queixei a ele... pelo contrário, sempre pedia forças para aguentar tudo... principalmente quando eu só faltava correr louca, gritando e chorando com dores de cabeça. Hoje eu sei que Ele ouviu minhas preces e me enviou Seu mais lindo presente: KAMILLE!
Uma menininha, pra eu amar, abraçar, cheirar... ninar! Meu maior tesouro, minha jóia rara... E como se não bastasse, ela ainda vai chegar no mês que eu menos gostava, que pra mim simbolizava luto e tristeza. Ela vem me devolver a saúde, a alegria de viver, o verdadeiro significado do Natal.
Obrigada, Senhor, não tenho palavras para agradecer as maravilhas que Tens feito na minha vida. O Senhor me conhece, sabe o que se passa em meu coração e sabe o quão grata sou, por TUDO. Obrigada por me deixar gerar uma vida, que é Tua filha... por me dar essa dádiva... não tenho palavras para agradecer!

2 comentários:

  1. Monalisa... que texto lindoooo!!! sua história me emocionou bastante. Graças a Deus, tudo esta dando certo na sua vida. Continue sendo essa pessoa que és, que assim vais loooongeeeee!!! FELICIDADESSSS na sua nova vida!!! bjooo

    ResponderExcluir
  2. Monalisa chorei ao ler este post, não sabia que vc tinha passado por uma barra dessas.
    Parabéns por Kamille e muita força, deus sempre estará ao seu lado!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Eu e Kamille vamos adorar seu recadinho!!