sábado, 1 de dezembro de 2012

Visita ao Berçário

Ano novo está chegando e com ele uma vida nova, assim espero. Tenho planos de voltar a estudar, conseguir voltar para as salas de aula e quem sabe conseguir meu mestrado. Planos que pretendo realizá-los, seja a curto ou longo prazo. Mas, antes de tudo, preciso fazer com que Kamille se desprenda um pouquinho de mim. Decidimos então colocá-la numa escolinha, berçário ou seja lá o que for melhor pra ela.

Há alguns dias, ao mudar a rota ao irmos para casa, encontramos um berçário bem pertinho de onde moramos. Bem próximo mesmo. Fiquei feliz! Alan e eu decidimos ir lá analisar o local. E isso aconteceu ontem, na hora do almoço. Gostamos do local: arejado, sem perigos aparentes para crianças. A dona do local é pedagoga, com experiência na área. Todos os profissionais com carteira assinada. Tudo com licença para funcionar. As crianças maiores ficam em sala separada das menores, o que me deixou mais tranquila.

Kamille ficou tímida e até choramingou quando a diretora levou ela para ver as outras crianças, mas ficou observando tudo com muita atenção. Gostou do parquinho. Conheceu algumas crianças pelo nome e até pegou na mãozinha de uma delas que a chamou para brincar. E em casa ficou comentando toda hora: "Mamãe, Juju tá na icolinha?". E eu dizia: "Tá sim. Você quer ir lá?". E ela respondia que sim.

Bem, não vou me precipitar e matriculá-la no primeiro estabelecimento que encontrar. Quero analisar outros locais e assim escolher o melhor pra ela. Inicialmente penso em colocá-la apenas em um turno: o da tarde. Dá tempo pra ela ir se acostumando e pegando gosto pela coisa... E depois, vamos vendo como a minha vida vai se transformando, que rumo vai tomando... Aí, se for preciso, coloco em tempo integral. Se bem que não gosto dessa ideia dela o dia todo na escola. 

Como diz minha mãe, "não vamos colocar a carroça na frente dos bois". Se Kamille se acostumar meio período já tá de bom tamanho pra mim. Talvez na próxima semana eu vá visitar outro estabelecimento e registro aqui as minhas impressões sobre o local.


Quem tiver bebê em escolinha, creche ou berçário, comenta aqui sobre como foi a adaptação do filhote e com quantos anos entrou na escolinha. Vou adorar saber as experiências de vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu e Kamille vamos adorar seu recadinho!!