quinta-feira, 6 de setembro de 2012

"Criança não devia adoecer!"

"Criança não devia adoecer!"

Essa foi a frase dita por Alan na tarde de ontem, quando Kamille tinha acabado de levar uma furada para colher sangue e realizar alguns exames. E não é que concordo plenamente? E não falo isso apenas por estar na pele de mãe não. Pai e mãe sofrem e muito por se sentirem impotentes diante o sofrimento dos filhos, mas a criança, com certeza, sofre mais. É um serzinho tão frágil, tão delicado. Algumas ainda nem falam...

Kamille já fala de tudo e agora é mais fácil identificar alguns sintomas, como quando está com dor de cabeça, ela diz: "Mamãe, becinha, dodói!". E isso já basta para entendermos o recado... O sofrimento é mútuo e acaba nos desgastando por demais.

Desde cedo, ao deduzir que Kamille precisaria colher sangue para o exame, Alan passou o dia sem comer nadica de nada, sofrendo por antecipação. Entendo ele perfeitamente, mas apesar de tudo, eu sou mais de agir. Ainda que, mais tarde, no meu canto, desabe toda a minha "dureza" em lágrimas. E assim foi!

Kamille, ao contrário do que imaginávamos, se comportou direitinho. Não gosto - E DETESTA - quando a enfermeira segurou o bracinho. E tenho quase certeza que foi APENAS por isso que ela chorou, pois quando a agulha já estava dentro e a enfermeira desatou a liguinha ela até que calou e ficou com aquele chorinho de manha. E quando a outra enfermeira veio com 3 bexigas pra dar a ela, logo abriu um sorriso. Minha filha é muito forte!

Hoje, cedinho, fomos fazer o Raio X do Peito. Dessa vez papai não pode ir e fomos nós duas enfrentar a Clínica Drº Wanderley que já estava completamente lotada. Pegamos uma ficha prioritária e logo fizemos a fichinha. Tivemos que esperar um pouco e percebi que gentileza não faz parte do povo de Campina, infelizmente. Ninguém nos cedeu o lugar para sentar. Uma mulher com criança de colo, doente a abusadinha, tendo que ficar se balançando de um lado para o outro. É assim...

Ainda bem que logo fomos chamadas para bater o Raio X e a Radiologista, muito competente e profissional, soube acalmar Kamille, que começou a chorar assim que entrou na sala. Ela disse que ia tirar uma foto e perguntou se Kamille queria sair bonita. Kamille riu e disse que sim... e fez até pose. Maaaas... na hora de levantar braços e segurar pernas, ela chorou. Ela ODEIA quem a segura firme. Traumas da fisioterapia respiratória! Lá dentro foi rápido e logo fomos liberadas. A demora maior foi esperar papai nos pegar, pois ele estava ocupado. Mas deu tudo certo. De lá fomos para a casa da Dinda e por lá almoçamos.

Kamille passou o dia sem febre, mas ainda meio manhosa.
O resultado do exame de sangue saiu, mas a pediatra precisava do resultado do raio X para fazer a medicação certa. O resultado do raio X só saía na segunda, dia 10, mas ao explicar o caso, liberaram antes. E assim deu: Kamille está com a garganta inflamada por bactéria. Vai tomar Velamox de 250g por 8 dias. E assim VAI ficar boa, em nome de Jesus.

O post ficou grande, mas precisava relatar o que aconteceu esses dias.
Espero no próximo post, voltar com outro assunto que não seja doença.


3 comentários:

  1. Obrigada pela visita no blog! Adorei!!! Também estou te seguindo!
    Melhoras para a princesa.
    Beijos
    minhamaternidade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É judiação demais ne...
    Realmente criança não devia adoecer...
    Mas tomara que logo a pequena melhore e esteja toda serelepe pela casa ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. melhoras pra princesaaa!
    escreve seu e-mail , e se vc tiver facebook no meu post de hoje!
    posso te emprestar umas coisas pra sua festaaaaa@@
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir

Eu e Kamille vamos adorar seu recadinho!!