terça-feira, 28 de junho de 2011

O desastre da papinha salgada!

Está extremamente árdua a tarefa de introduzir outros alimentos no cotidiano de Kamille. Ela, ao menos aparentemente, não gosta de nada e enguia tudo o que dou. Ontem, pela primeira vez, tentei dar papinha salgada à ela. Infelizmente não foi papinha caseira, por falta de tempo mesmo. Daí dei a papinha industrializada carne com legumes, da Nestlé. E o resultado foi este:


No início acreditei que ela estivesse gostando, daí insisti, mesmo vendo ela colocar tudo pra fora. Ao final do vídeo ela deu umas enguiadas e colocou tudo pra fora. Foi trágico! Fiquei super triste por ela ter rejeitado! Mas, quando experimentei a bendita papinha, entendi a reação dela. A papinha é horrível, sem sal, arghh!
Hoje não fiz nova experiência. ela tomou banho, almoçou no peito e agora dorme feito um anjo! Mais tarde tem frutinhas... vamos ver a próxima reação.

Um comentário:

  1. Opa, opa, opa! Deixa eu te explicar... a papinha PRECISA ser assim "sem sal". Na verdade, não é que não tenha sal, tem muito pouquinho. A utilização da mesma quantidade de sal que a das refeições dos adultos, pra criança, pode vir a sobrecarregar alguns órgãos. Aliás, o sódio é prejudicial pra gente também. Na verdade, sua filhinha não rejeitou porque a papinha é sem sal. Ela rejeita porque é muito novo pra ela, e na verdade a maioria dos bebês reagem mal à papa salgada, no início.
    Se vc for preparar a papinha em casa, não esqueça que sal é apenas uma pitadinha, vai ficar bem diferente do que está acostumada a comer.
    Beijo e boa sorte na adaptação!

    ResponderExcluir

Eu e Kamille vamos adorar seu recadinho!!