terça-feira, 3 de maio de 2011

A morte de Osama Bin Laden


O post de hoje nada tem haver com a vida de Kamille, mas a intenção desse marcador "O que anda acontecendo..." é situá-la - na medida do possível - dos principais fatos que anda acontecendo na nossa família, na nossa cidade, no nosso estado, no Brasil e até mesmo no mundo. 
O assunto de hoje está relacionado com a morte de Osama Bin Laden, um dos maiores terroristas do mundo, procurado há muitos anos pelos serviço de inteligência dos Estados Unidos. Osama foi o principal responsável pelo maior atentado terrorista de todos os tempos: A queda das Torres Gêmeas, o World Trade Center.
Para entender melhor:
Ataque ao World Trade Center
World Trade Center foi um complexo de sete prédios edificado em Lower Manhattan, Nova Iorque que foi destruído em 2001 devido aos ataques de 11 de Setembro, liderado po Osama. Atualmente se encontra em reconstrução no mesmo terreno, com seis novos arranha-céus e um memorial. Na manhã de 11 de Setembro de 2001, terroristas ligados ao grupo al-Qaeda jogaram dois Boeing 767 dentro do complexo, num ataque suicida coordenado. 57 minutos após o impacto, a Torre Sul entrou em colapso e ruiu, seguida 29 minutos depois pela Torre Norte, resultando em 2,750 mortes no World Trade Center.

Pois bem, devido a esse ataque o governo dos Estados Unidos resolveu reagir e ir em busca do seu responsável. Quase 10 anos depois, com a ajuda do Serviço de Inteligência, os EUA descobriram o paradeiro de Osama, e na noite desse 1º de maio invadiram seu esconderijo e o mataram. A confirmação de sua morte, pelo então presidente dos EUA - Barack Obama, gerou grande alardo e comemoração. As pessoas dizem que mais do que uma vingança, a justiça foi feita.

O que mamãe acha:
Bem, é verdade que Osama matou milhares de pessoas nos diversos ataques terroristas que organizou. É verdade que ele não tinha dó nem piedade da vida e seu maior rival foram os EUA e chegou até a incentivar que os islamistas matassem todos os americanos. É verdade ainda que ele treinava homens-bomba para que morressem e matassem em nome de seu povo e que assim seriam salvos... São tantas verdades cruéis.
Mas será que isso (tudo) seria motivo para se alegrar com a morte de um ser (des)humano? Será que somos nós quem temos que julgá-lo e condená-lo á morte? 
Muita gente há de me criticar e não concordar com meu post, mas é só uma opinião, o que eu penso. Não é para ser seguido, concordado. 
Sou cristã, cresci dentro dos preceitos católicos, mas acredito e sigo a doutrina espírita o máximo que posso. Por isso então, acredito então que a vida não termina aqui e que os problemas não terminaram só porque Osama está morto. Quem o matou tem um crime nas costas, assim como Osama tinha vários. Quem o matou hoje é considerado um herói, mas mais cedo ou mais tarde pagará o preço. E esse preço a ser pago, não é pago aqui...
Não tô aqui querendo ser santa, e muito menos santificar Osama e seus atos. Sò quero enfatizar que violência gera violência... e sendo assim, o mundo vai de mal a pior. E assim se acabará: o mundo e os homens.

E é só! Acho até que já falei demais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu e Kamille vamos adorar seu recadinho!!